Wednesday, July 20, 2005

Primeiras palavras


Dia 20 de Julho de 2005 marca o ínicio dos Jovens Escritores de Portugal. Aos futuros membros fica a promessa de um grupo activo e interessado, e a atenção a qualquer assunto que lhe seja relacionado. Sempre disponível está o contacto jovensescritores@hotmail.com, que aguarda ideias, sugestões e divulgação de obras. A todos fica o sentido desejo de boas escritas!

Funcionamento do grupo (natureza, atribuições e membros)


NATUREZA
O grupo Jovens Escritores de Portugal, adiante designado apenas por grupo, é constituído por todos os jovens que comungam dos objectivos definidos nos parágrafos que se seguem. É de carácter não oficial e sem fins lucrativos.

ATRIBUIÇÕES
Com vista à realização dos seus objectivos, o grupo tem, entre outras, as seguintes atribuições:
a) proporcionar aos membros o apoio a qualquer nível da criação literária, desde a ideia ou conceito até à promoção da obra terminada;
b) promover encontros instrutivos entre profissionais do meio e divulgar o seu trabalho e potencial junto das editoras, instituições correlacionadas e órgãos de comunicação social;
a) colaborar com outros grupos, instituições, ou organizações que se movam para um fim comum.

MEMBROS
1. O grupo não agirá de acordo com preconceitos raciais ou religiosos, do mesmo modo que não fará distinção entre os diferentes estilos e qualidade de trabalho literário dos seus membros.

2. Os membros do grupo serão distinguidos em duas categorias: Membros e Membros Honorários:
a) são Membros os elementos com idade até os 30 anos que tenham obra publicada ou que trabalhem nesse sentido;
b) são Membros Honorários os elementos de idade superior ao limite explícito na alínea anterior, que tenham manifestado um auxílio significativo para os fins do grupo, contribuindo assim para o alcance dos seus objectivos.

É o direito de cada membro participar nas actividades do grupo e é o dever zelar pelo seu bom nome e engrandecimento.

Primeiro conselho, por José Saramago

" Não ter pressa, não perder tempo, é talvez, digo talvez, o melhor conselho que se pode dar a um escritor jovem"
José Saramago